Dear Michael, thanks for all!

home_banner_1

Obrigado por ser uma das minhas grandes influências.
Obrigado pelas centenas de músicas.
Obrigado pelo moonwalk e por ter me feito dançar um dia.
Obrigado por ser autêntico.
Obrigado por marcar a minha vida.

Obrigado por tudo e descanse em paz.

.

.

Luto eterno!

Anúncios

Ainda estou vivo (ao que parece)…

johndegilporai.jpg

johndegilporai.jpg

Sim, eu larguei tudo. Não gostou? Faça com que o dia tenha 36 horas que dá para dar atenção a este blog, fotolog, flickr, orkut, facebook, twitter, msn, portal music life, cinema de buteco, amigos, vida social, namorada, galo, lakers, música, família e outras coisas que me interessam.

Prometo que assim que colocar algumas coisas nos seus devidos lugares e poder dizer para a PUC “vai se fuder, volto em agosto”, darei mais atenção a tudo e todos, para a tristeza geral da nação.

Aliás, falando em atenção, devo dar um upgrade neste blog, continuando com o processo de reformulação da minha “vida online” iniciada neste blog com a organização das tags de posts.

.

Com o feriado (e se tudo der certo, férias!) as coisas tendem a melhorar…

A frase de maio…

“Tempo livre é para os fracos…”

.

.

.

Todo mês, uma frase que marcou aqui!

O pior emprego do mundo…

Não sei qual a agência responsável pela campanha abaixo, mas é uma das melhores que vi nos últimos meses…

Vai entender: Ed. 004

Criei um bloqueio com o Keane depois das apresentações da banda no Brasil. Não sei dizer por qual motivo, mas eu não consigo sequer ouvir uma música sem dar aquela vontade imensa de colocar outra banda ou cantor para tocar.

Por outro lado, Kelly Clarkson e a sua “Whyyawannabringmedown” tocam com frequência por aqui.

Alguém explica? Eu não…

Uma palestra (e um filme de) foda!

Sabe quando você não dá porra porcaria nenhuma para uma palestra na sua universidade e ela muda a sua visão sobre algumas coisas? Então, isso aconteceu hoje.

Tinha duas palestras programadas, vi apenas a segunda e, meu, foi foda. haha

O palestrante em questão foi o Wagner Morales, paulistano, diretor, produtor e uma referência nacional no quesito audiovisual. Seis documentários, alguns deles premiados, uma grande quantidade de filmes experimentais e, alguns, de grande qualidade.

É uma boa dica para quem curte essa área audiovisual, vale a pena ver alguns trabalhos do Morales. Por isso, deixo vocês com dois vídeos. Um faz parte de uma trilogia chamada “Não há ninguém aqui”, que você confere aqui com áudio em português. O outro, bom, o outro é um “Filme de foda”. É isso mesmo, pornografia explícita nas palavras e esse você tem audio em francês e legenda em inglês, tá bom pra você? Aposto que vai entender tudo direitinho, mesmo sem saber as duas línguas… haha

Mais sobre o Wagner Morales bem aqui.

A frase de abril…

“Vai tomar no cu!”

.

.

Simples assim.

Todo mês, uma frase que marcou aqui!