50 coisas que aprendi assistindo Chaves

Eu disse que voltava com algo legal. Lendo blogs alheios acabei chegando ao “Quem matou a Tangerina?” que é mantido no ar graças aos bons posts do Fred Fagundes, ao contrário deste blog no qual você está parado que raramente vê bons posts.

Mas, post vai e post vem, cheguei ao dito post referido no título acima. O Fred já tinha escrito anteriormente sobre as 50 coisas que ele tinha aprendido jogando vídeo game e também sobre as melhores séries, propagandas e brinquedos dos anos 90. Agora resolveu atender a um pedido de um leitor e fez a lista abaixo.

.

.

Então, sem mais enrolação, vamos a lista:

1. Seria muito melhor ter ido assistir o filme do Pelé.

2. As crianças mexicanas tem rugas.

3. JAMAIS enconstar em alguém que esteja tomando um choque.

4. Seu Madruga paga o aluguel todos os meses. Por isso sempre deve 14 meses, não 15, 16, 17…

5. Brasilia já foi carrão.

6. Não basta ser o maior professor do mundo. Tem que ter um pouco de pepsicologia.

7. Pessoas bebem leite de burra.

8. Existe uma fruta chamada tamarindo.

9. O Quico é emo.

10. Devemos deixar os outros fazerem nosso trabalho para evitarmos a fadiga.

11. A vingança nunca é plena, mata a alma e envenena.

12. As tintas verde-limão são as mais baratas no México.

13. Trabalho não é a pior coisa do mundo. Pior é ter que trabalhar.

14. Uma epístola é uma carabina, só que menor.

15. Azul escuro em inglês é blue marinho.

16. Equilibrar cabo de vassoura com o pé é maneiro.

17. Deixar uma casca e banana no chão pode causar um grande acidente.

18. O segundo episodio do Guilherme Tell é o mais caro do mundo. Por isso o Silvio Santos não comprou.

19. Alguns móveis são feitos de isopor.

20. Portas também.

21. Se me acordarem às 11h, tragam o café na cama.

22. Socos têm barulhos de sinos.

23. Sempre tem um filho da puta que rouba as moedas nas fontes dos desejos.

24. Leite é muito parecido com gesso.

25. “Quero ver outra vez seus olhos olhinhos em noite serena” é a talvez a única música mexicana que metade da população brasileira conheça.

26. Um cabo de vassoura com um lençol amarrado na ponta equivale a uma mala.

27. O pai do Quico  na verdade está vivo, ele simplesmente fugiu de casa.

28. Alguns alunos são tão tímidos que nem os professores percebem sua presença em sala de aula.

29. Uma caveira significa prerigo. PRE-RI-GO.

30. Ninguém tranca as portas nas vilas mexicanas.

31. As marcas de catapora feitas com caneta hidrocor ficariam muito estranhas na TV Digital.

32. Qualquer Mcdonalds da América do Sul lucraria caso vendesse o Mc Sanduíche de Presunto.

33. Hector Bonilha é o Antonio Fagundes acima da linha do Equador.

34. As pessoas boas devem amar seus inimigos.

35. Deus é um cara legal por não deixar as vacas voarem.

36. Os carrinhos feitos com caixas de sapatos são os mais maneiros.

37. Não é indicado deixar uma máquina de lavar no meio da sala.

38. Nunca acredite em boatos de que seus ídolos morreram num acidente de avião.

39. Bolinhas de tênis de mesa são parecidíssimas com ovos.

40. Pirulitos podem ter o tamanho de raquetes de tênis.

41. O trabalho infantil é legalizado no México.

42. Os roteiristas da série não sabiam o que era a aritmética.

43. O estilingue pode ser uma arma mortal.

44. Tem vez que Acapulco é no Guarujá.

45. Se você é jovem ainda um dia velho será.

46. Pouco me importa se você quer. Compre.

47. Algumas pessoas são idiotas a nível executivo.

48. As dívidas são sagradas.

49. Se você quiser vir a ser alguma coisa, que devore os livros.

50. Se capivaras tivessem trombas seriam trapezistas em um circo tchecoslovaco.

Anúncios

Resumão, parte final…

Quer ler a parte um? Clique aqui!

.


Este foi um ano feliz, de uma forma geral. Um ano de estabilidade emocional (graças a Deus) e de uma cumplicidade com a Dê. Tá, deu vontade de bater nela (e aposto que ela sentiu o mesmo), mas foi um ano bastante feliz e recompensador pra gente, um ano de consolidação, diria eu. Talvez o ano da afirmação, da confirmação. Sei lá, chega de dar adjetivos a uma relação amorosa, pelo amor de Deus.

Nos cobramos algumas coisas (mesmo que só para a gente) e isso acaba nos fazendo pensar melhor em tudo. Foi o ano que eu pedi e fico feliz por isso.

.

Amizades e Família

Amizades são aquela coisa de praxe. Existem momentos em que todos estão por perto, existem momentos que todos somem ou que a gente faz com que fiquem de lado. Já família sempre está por perto, por mais que a gente em algum momento não queira.

Acho que esse ano eu vi quem realmente está por perto e também vi aqueles que se aproximaram mais por outros motivos do que propriamente por uma amizade. Torci pelo sucesso de muitos e estes “muitos” atingiram o sucesso almejado. Acabei abrindo um espaço entre vários amigos de longa data, a certa correria me obrigou a isso, mas descobri em algumas pessoas uma parceria que eu não esperava. Foi legal, mas podia (e deveria) ser melhor.

.

Profissional
Rá! O que eu posso falar do lado profissional se eu não trabalho? Ficou estranho esse subtitulo (com hifen ou sem hifen? Maldito governo!), mas posso me referir a isso se levar em conta o que eu fiz durante 2008 ligado a minha área e ao que eu gosto.

Já falei do Portal Music Life, mas não falei das oportunidades de aprendizado, conversa e esclarecimentos que eu tive em 2008. Posso dizer com toda a certeza de que eu aprendi muito neste ano que passou, aprendi coisas que eu pretendo aplicar em meus projetos no futuro, aprendi como me relacionar com as pessoas (dentro do mundo de trabalho), aprendi que nem tudo funciona do jeito que a gente planeja, por mais que a idéia seja maravilhosa.

Mas, o maior aprendizado tenha sido o de “dar tempo ao tempo”. Eu ainda odeio essa expressão, nunca acreditei nesta história de “tempo” ou de que “tudo se ajeita”.

Espero que 2009 realmente seja o início de um novo período. Um período onde eu possa desenvolver mais as minhas habilidades e poder lidar com aquilo que eu quero para toda a vida.

.

Nota final:
8

Não atingi todos os meus objetivos e algumas coisas me desanimaram, tenho desejos que foram obrigados a ficar de lado. Mas, no geral, o ano foi mais positivo que 2007. Talvez esteja em um crescimento constante.

Nesse ritmo, que chegue logo 2014. Rá!

Resumão, parte um…

Cinema
Bom, contabilizando só as visitas ao cinema, foram 18 19 filmes. Um número pífio, diga-se de passagem, uma vergonha, uma lástima…

O primeiro filme do ano foi “Meu nome não é Johnny” e o último foi “Crepúsculo” “A Lista”. Entre eles tivemos “P.S. Eu te amo”, “O Suspeito”, “O Gângster”, “Juno”, “The Rolling Stones: Shine A Light”, “Imagens do Alem”, “Homem de ferro”, “O melhor amigo da noiva”, “Indiana Jones e o reino da caveira de cristal”, “Fim dos tempos”, “O incrível Hulk”, “Jogo de amor em Las Vegas”, “Kung fu panda”, “The Dark Knight”, “007: Quantum of Solace”“Queime depois de ler” e “Crepúsculo”.

Filmes em TV foram inúmeros. Preciso retomar uma prática que eu tinha em 2005 e 2006: anotar todos os filmes vistos. Em 2005 eu cheguei a ver mais de 300 filmes, contando cinema + dvd’s + tv (seja Telecine ou Sessão da Tarde). Esse ano, não deve ter passado de 100.

Melhor filme em cinema: “The Dark Knight”, disparado.
Pior filme em cinema: “Fim dos tempos”, também disparado.

.

Shows
No quesito festivais, fui ao Conexão Vivo (Udora, Móveis Coloniais de Acaju, The Dead Lovers Twisted Heart), ao Eletronika (Mallu Magalhães, Asobi Seksu, Fernanda Takai, Vanguart, Curumin, Instituto, PexbaA, Guizado, Monno, Lucy and The Popsonics e Hurtmold) e ao Pop Rock Brasil (The Offspring, Maroon 5, Capital Inicial, Charlie Brown Jr., Tianastácia, Nove Mil Anjos, entre outros…).

Shows separados, compareci ao da Colbie Caillat e ao do Rappa.

Os festivais inflam a lista, mas o número continua pífio. A lista do que eu perdi (seja em Minas ou em outros estados) é infinitamente maior.

Melhor show: The Offspring, Maroon 5 e O Rappa, não necessariamente nesta ordem.
Pior show: NX Zero (haha)

.

Faculdade
Primeiro semestre foi aquela coisa, empurrada com a barriga, tédio-mor. Estava motivado pelo meu retorno, depois de passar um ano fora, mas nem tudo correu como planejei. Ainda resta uma matéria (fudidamente tosca) para fazer em algum dia.

Já o segundo semestre foi loucamente insano. Fui fazer matéria até com os calouros (regredindo!), mas me livrei dela e das demais que estava fazendo. O que vergonhosamente admito, foi o primeiro semestre em que não fiquei garrado em alguma matéria. Nem cheguei as provas especiais, o que é algo maravilhoso.

Comemorando coisas que deviam ser uma obrigação. Onde esse mundo foi parar?!

.

Portal Music Life
O site inegavelmente cresceu, até me espantando em alguns momentos. Ainda continua como aquele trabalho arcaico, feito em casa por um grupo de amigos, mas – pra gente – atingir números que atingimos em 2008 é algo muito bom.

2008 era o tal ano da afirmação, já tinha-se passado aquela “euforia” de quando o site foi criado, a responsabilidade foi aumentando, até uma eventual cobrança também. Querendo ou não, muitos projetos morrem no “caminho dos dois anos” e o site está passando por ele de forma tranquila.

Que 2009 seja melhor ainda e possamos fazer uma festa de aniversário para o site (algo que não pudemos comemorar esse ano).

.

.

Postado: 21/12
Atualizado: 26/12

.

Parte dois: Aqui!

Só pra constar…

Eu não esqueci do resumão, nem do blog. Prometo que em breve atualizarei de verdade isso.

.

Por enquanto, vale lembrar que o ML Awards tá no ar, votação tá valendo e acho que você deveria ir lá…

.

.

ps.: Recebi uma carta do Google :O

resumão, a explicação…

Sabe essas idéias que surgem do “nada” na cabeça e nos fazem acreditar que são muito boas?! Então, essa é mais uma…

Resumão do ano, sem ordem cronológica, sem estar em ordem de importância, apenas fatos que aconteceram comigo ou por minha causa nesse 2008 que ainda não acabou (por isso dividi em partes, né? dãããã).

Nos próximos posts vou fazendo este resumão, provavelmente intercalando com coisas inúteis, sem sentido e idiotas que eu sempre cismo em postar por aqui.

.

De antemão, vai um agradecimento especial pelas 6.600 visitas registradas pelo “Eu, eu mesmo e meus devaneios!” durante a criação deste post. Por não divulgar, não ter a intenção de tornar o blog “famoso” e não ter um foco específico, a não ser o que passa pela minha cabeça, acho este número bem expressivo e, por isso, o meu muito obrigado! 🙂

.

o/

novo painel do wordpress

Acho que o WordPress resolveu entrar em espírito natalino e dar um presente para os blogueiros que usam os seus serviços.

Pra quem se liga nessas coisas, fizeram um upgrade no painel de serviços e manutenção dos blogs. Ficou legal.

E este post é só para provar que eu estou totalmente sem assunto.

A blogosfera me deixa feliz..

É inegável o fato de que o número de blogs cresce a cada dia e é bem comum encontrar pessoas ligadas a mais de um blog. Só eu tenho na net 5 blogs, 3 deles comunitários.

Mas, o mais legal de tudo é ver que os blogs hoje agregam uma qualidade e até mesmo um respeito que não tinham a alguns anos atrás.

Bom, este post é só pra deixar registrado o fato de que um dos meus 102 posts (contando com esse) foi utilizado por uma estudante de letras da UFMG em um trabalho. Quem quiser conferir o post e o comentário que a Maíra deixou lá é só clicar aqui.

Porque deste post? Simples, porque meu ego foi lá em cima agora e eu sou muito narcisista… haha